Press "Enter" to skip to content

Projeções não consideram cenários de CO2 elevado

As projeções do futuro aquecimento global não levam em consideração todos os possíveis cenários de aumento dos níveis atmosféricos de dióxido de carbono – CO2 – e seus impactos, afirmou estudo de cientistas de universidade do Reino Unido.

Segundo os cientistas, a pesquisa científica tem se concentrado em explorar quanto o sistema climático irá aquecer em virtude das crescentes concentrações de gases de efeito estufa. A relação entre o aumento das concentrações e o aumento da temperatura é chamada de sensibilidade climático.

É o caso, por exemplo, de estudos a respeito das metas do acordo climático de Paris. Eles buscam identificar qual a quantidade de CO2 atmosférico que levaria a temperatura a atingir até 1,5°C ou 2°C acima dos níveis pré-industriais.

Para o cenário de 1,5°C, considera-se usualmente que essa temperatura será alcançada com concentrações atmosféricas de CO2 entre 425 e 520 partes por milhão – ppm.

Todavia, essa abordagem não aborda todos os possíveis cenários futuros. Há incertezas quanto à sensibilidade climática, havendo a possibilidade de uma elevação mais acentuada das concentrações de  CO2 para a mesma faixa de aumento da temperatura.

As altas concentrações atmosféricas de CO2 podem causar impactos independentemente da temperatura. Mas esses impactos não haviam sido abordados por causa da abordagem adotada pelas pesquisas anteriores.

A fim de explorar novos cenários, os cientistas inverteram o ponto de partida. Em vez de explorar quais concentrações levariam a um determinado aumento da temperatura, eles analisaram a probabilidade de cenários de 1,5°C ou 2°C de aquecimento apresentarem um determinado nível de concentrações de CO2.

Os resultados mostraram que uma ampla faixa de concentrações de CO2 poderia acompanhar o aquecimento de 1,5°C ou 2°C. No primeiro cenário, o nível do CO2 atmosférico poderia ser de até 765 ppm sob determinadas condições – como, por exemplo, se seus efeitos fossem contrabalançados pelos aerossóis.

Dessa forma, além dos impactos ligados ao aumento da temperatura, poderia haver impactos ligados a altas concentrações do CO2. O rendimento das culturas agrícolas e a biodiversidade seriam afetadas. A acidificação dos oceanos se intensificaria.

Os cientistas indicaram que os cenários trabalham com uma faixa muito estreita de níveis futuros de CO2 atmosférico. É preciso explorar outros cenários.

Fonte: Universidade de Exeter
Imagem: Unsplash/ Nik Shuliahin

%d blogueiros gostam disto: