Press "Enter" to skip to content

Os prejuízos econômicos do aumento do nível do mar

Os danos econômicos do aumento do nível do mar em um cenário de aquecimento global de 2oC acima dos níveis pré-industrais serão bem maiores do que em um cenário de 1,5oC, apontou estudo de um grupo internacional de cientistas.

Mas os prejuízos causados pela elevação do nível médio do mar em cenários de altas emissões de gases de efeito estufa serão dramaticamente maiores.

Uma das consequências mais graves do aquecimento global deverá ser o aumento do nível do mar. Causado pela expansão térmica das águas dos oceanos e pelo derretimento de geleiras e calotas polares, ele afetará as populações que vivem em áreas costeiras de baixa altitude.

Mais de 600 milhões de pessoas habitam regiões costeiras com elevações menores do que 10 metros acima do nível do mar, apontou o estudo.

Apesar da importância, ainda não havia sido devidamente explorado pela comunidade científica os impactos do aumento do nível do mar associado às metas do acordo climático de Paris.

Nesse sentido, o objetivo do estudo foi projetar, a partir de modelos climáticos, o aumento global e regional do nível do mar em cenários de limitação do aquecimento a 1,5°C e 2°C, bem como de um cenário de altas emissões.

Projeções de aumento do nível médio do mar para o cenário de 1,5°C, 2°C e de altas emissões. Fonte: adaptado da figura 1 do estudo.

Para os três cenários, os cientistas quantificaram o impacto econômico do aumento do nível do mar nas zonas costeiras. Utilizaram um modelo econômico, estimando os danos para grupos de países de alta, média alta, média baixa e baixa renda, além de análises e individualmente para alguns países.

O aumento do nível médio do mar dependerá da trajetória de emissões de gases de efeito estufa e do consequente aumento da temperatura média global. Adotando uma trajetória ideal, os resultados mostraram que no cenário de 1,5°C, o nível médio do mar subiria 0,52 metros até 2100. O aumento no cenário de 2°C seria em média 0,11 m maior.

Contudo, o aumento do nível do mar varia em função da localização geográfica. As zonas costeiras experimentariam um crescimento superior àqueles projetados para a média global. 

Em um cenário de altas emissões, o aumento do nível do mar projetado foi de 0,86 metros, podendo chegar a 1,80 m. Os maiores aumentos regionais se verificariam ao longo das costas Sul e Sudeste da Ásia e da costa leste dos Estados Unidos, da África e da Austrália.

Até o final do século, o estudo estimou os custos globais de inundações marinhas do cenário de 1,5°C em US$ 10,2 trilhões por ano, correspondendo a 1,8% do PIB mundial. Os danos do cenário de 2°C totalizariam US$ 11,7 trilhões por ano, ou 2% do PIB mundial. Os cálculos não levaram em conta a implementação de possíveis medidas de adaptação.

O gráfico (a) traz a estimativa dos custos anuais de inundação marinha em milhões de dólares para 1,5°C (linha vermelha), 2°C (verde), cenário de altas emissões – aumento médio – (azul claro) e cenário de altas emissões – aumento máximo (azul escuro). O gráfico (b) mostra a estimativa de custos anuais globais como porcentagem do PIB global, para todos os cenários, nos anos de 2040, 2060, 2080 e 2100. Fonte: figura 4 do estudo.

Os custos anuais da inundação em 2100 do cenário de altas emissões seriam de US$ 14 trilhões por ano em 2100. Mas se o aumento do nível médio do mar atingisse o nível mais extremo projetado, de 1,8 metros, os danos anuais saltariam para US$ 27 trilhões, ou 2,8% do PIB global.

Porque apresentam atualmente uma melhor infraestrutura de proteção das zonas costeiras, os cientistas avaliaram que o grupo de países de alta renda experimentaria menores prejuízos com o aumento futuro do nível do mar. Países de renda média-alta, em especial a China, arcariam com os maiores prejuízos.

Pequenos países insulares também experimentariam os maiores riscos e danos.

A diferença projetada no nível do mar costeiro também deve significar que as áreas tropicais verão níveis de mar extremos com mais frequência.

O nível do mar continuará a subir, mesmo que se tenha sucesso na mitigação do aquecimento global, alertou o estudo. Contudo, os aumentos serão muito menores em cenários de baixas emissões. A implementação de medidas de adaptação apropriadas poderá diminuir o impacto econômico desse aumento.

Mais informações: Flood damage costs under the sea level rise with warming of 1.5 °C and 2 °C
Imagem: Unsplash/ Sophie Caukill

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: