Press "Enter" to skip to content

Oceanos, glaciações e concentrações de carbono

Há diversas teorias que buscam explicar porque e como as concentrações atmosféricas de gases de efeito estufa se reduzem durante as glaciações. Agregando dados publicados na literatura científica com as indicações de temperatura obtidas a partir do exame de fósseis retirados do fundo do mar, uma equipe de pesquisadores australianos produziu a primeira série histórica da temperatura dos oceanos nos últimos 125.000 anos.

O objetivo do estudo foi avaliar como os oceanos absorveram dióxido de carbono da atmosfera durante a última era do gelo, entre 125.000 e 18.000 anos atrás (descrito na imagem acima). Ao estabelecer as mudanças de temperatura do oceano ao redor do globo, os pesquisadores puderam mostrar como o dióxido de carbono foi absorvido durante diferentes momentos do período.

O estudo sugere que a primeira redução das concentrações atmosféricas foi causada pelo resfriamento dos pólos e pela expansão das placas de gelo marinho da Antártica, cerca de 115.000 anos atrás. Outros fatores, como a re-organização da circulação das correntes oceânicas e o aumento da produtividade dos oceanos também contribuíram para outros episódios de redução do CO2 atmosférico. A imagem acima, retirada do estudo, ilustra como ocorreriam as mudanças nas correntes oceânicas.

A série histórica servirá para testar as teorias propostas pelos pesquisadores com a utilização de modelos climáticos. O estudo pode ser acessado clicando aqui.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: