Press "Enter" to skip to content

O gráfico do taco de hóquei e a guerra à ciência

Em 1998 e 1999, um trio de cientistas dos Estados Unidos publicou dois artigos científicos a respeito da temperatura média anual no Hemisfério Norte. Eles desenvolveram uma nova técnica estatística para reconstruir a temperatura a partir de informações extraídas de arquivos paleoclimáticos – núcleos de gelo, anéis de árvores e corais.

O primeiro artigo científico, de 1998, apresentava a reconstrução da temperatura do Hemisfério Norte até o ano 1400. O segundo artigo, publicado um ano depois, estendia a reconstrução da temperatura ainda mais no passado, até o 1.000. Os resultados sugeriam que o aquecimento do século 20 era anômalo e revertia a tendência de resfriamento detectada no último milênio.

O gráfico acima foi retirado do artigo de 1999 e traz a reconstrução da temperatura do Hemisfério Norte do ano 1.000 até 1998. A linha preta representa a série da temperatura média, com os limites de erro padrão indicados em amarelo. A linha preta tracejada mostra a tendência linear de resfriamento entre o ano 1.000 e aproximadamente o ano 1.900. A linha vermelha mostra a reconstrução da temperatura baseada em dados de instrumentos. 

O gráfico da reconstrução da temperatura do Hemisfério Norte ficou popularmente conhecido como taco de hóquei.

O gráfico ficou conhecido como taco de hóquei porque tinha uma forma parecida. O estudo foi utilizado no primeiro relatório de análise do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas – IPCC, em inglês, juntamente com outras quatro diferentes reconstruções.

O trabalho científico custou caro para um dos cientistas. Ele se tornou alvo de ataques de pessoas e grupos negacionistas nos Estados Unidos. Além de ameaças a ele e à sua família, ele e a universidade em que trabalhava sofreram campanhas de relações públicas negativas e difamação. O cientista também foi intimidado por políticos do partido republicano e por advogados distritais.

A guerra contra a ciência acabou virando livro. E ela ainda continua hoje em dia.

Fonte: o gráfico corresponde à figura 3 do estudo
Mais informações: Northern Hemisphere Temperatures During the Past Millennium: Inferences, Uncertainties, and Limitations

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: