Press "Enter" to skip to content

Alterações no deserto gelado e seco da Antártica

A fauna de micróbios e invertebrados microscópicos que habita o deserto seco e gelado dos vales de McMurdo, na Antártica, está sofrendo com mudanças no clima. Ao monitorar a fauna da região ao longo de duas décadas, estudo de pesquisadores dos Estados Unidos registrou um aumento da diversidade, mas uma queda total na população de animais.

O deserto dos vales de McMurdo ocupa aproximadamente 4.800 km2 – área um pouco menor do que o Distrito Federal. Montanhosa, a região apresenta temperatura média abaixo de -15 graus Celsius. Mas durante o verão as temperaturas e a radiação solar evitam que gelo se acumule. Além disso, ventos fortes e extremamente secos retiram a umidade.

Por meio da coleta de amostras de solo em três bacias hidrográficas da região, os pesquisadores analisaram a fauna de invertebrados, denominados nematóides, e as propriedades do solo, como, por exemplo, o teor de água. Também foi caracterizado o clima local, de modo a analisar o impacto de mudanças sobre a fauna.

Duas fases distintas do clima do deserto foram registradas pelo estudo. A primeira, caracterizada por uma tendência de resfriamento, ocorreu entre o início da década de 1990 até o mês de fevereiro de 2001. A partir daí a tendência se reverteu no vale de McMurdo, com tendência de verões mais quentes e aumento da frequência de eventos de temperaturas mais altas.

Como resultado, foi observado o declínio da espécie mais comum de nematóide da região. Simultaneamente, outras espécies menos comuns se tornaram mais abundantes e aumentaram sua distribuição geográfica. Todavia, a abundância total da fauna do solo diminui.

A partir de um modelo computacional, o estudo indicou que na segunda fase do clima regional, o maior derretimento de gelo alterou a disponibilidade de água no solo. Dessa forma, o impacto se deu não através de aumento da temperatura média local, mas pela maior frequência de eventos de temperatura mais alta. A nova dinâmica foi responsável pela alteração observada na comunidade biológica do solo.

Os pesquisadores ressaltaram que alterações em comunidades biológicas estão sendo registradas em outros lugares do planeta. O deserto seco e gelado de McMurdo é mais um testemunho das mudanças.

Fonte: Universidade do Colorado
Imagem: Flickr/ Universidade do Oregon

Comments are closed.