Press "Enter" to skip to content

Imagem dos componentes da criosfera

A criosfera é um elemento do sistema climático e abrange as calotas polares, as geleiras, o gelo marinho, o gelo de rios e lagos, a neve e os solos congelados.

A escala de tempo com que cada um dos componentes da criosfera se altera é muito diferente. A imagem acima retrata os componentes e a escala de tempo de mudança de cada um.

Por exemplo, o gelo de rios e lagos se forma usualmente no inverno e desaparece com o verão. O gelo marinho, por sua vez, avança ou recua segundo as estações do ano, mas especialmente no Ártico pode durar vários anos.

Estima-se que a calota polar no leste da Antártica se tornou relativamente estável há cerca de 14 milhões de anos atrás.

Todos os componentes da criosfera são inerentemente sensíveis ao clima e a mudanças de temperatura ou da precipitação. Eles respondem tanto à variabilidade natural do clima, particularmente aqueles de vida mais curta, quanto à mudanças de longo prazo no sistema climático.

Por isso a criosfera é considerada como um medidor natural do sistema climático. Alterações conspícuas e generalizadas em todos os componentes, inclusive naqueles de vida mais longa – geleiras e calotas polares -, evidenciam que o sistema climático está mudando.

E como parte integrante do sistema climático, as alterações por que atravessa a criosfera terão influência no sistema como um todo e em seus demais elementos constituintes. As alterações na criosfera podem gerar consequências significativas e duradouras em sistemas físicos, biológicos e sociais.

Fonte: IPCC 2013
Imagem: adaptado de IPCC 2007

%d blogueiros gostam disto: