Press "Enter" to skip to content

Gráfico do nível do mar na última glaciação

Acima, o gráfico menor traz a variação do nível do mar durante o último período glacial, entre cerca de 120 e 20 mil anos atrás. No ápice da glaciação, o nível ficou aproximadamente 120 metros menor. O gráfico maior traz a aumento do nível médio do mar entre o ápice da última glaciação e o tempo presente.

A identificação do nível médio do mar no passado foi reconstruída por estudos paleoclimáticos. Em especial, a partir de pesquisas científicas de corais da ilha de Barbados, no Caribe. Outros registros paleoclimáticos incluem os núcleos de gelo e sedimentos marinhos.

A reconstrução também contou com o auxílio de um modelo climático.

As variações são resultado do avanço das massas de gelo continentais durante a glaciação. As geleiras ao redor do mundo aumentam de tamanho, e calotas se formam em regiões de alta latitude do hemisfério norte. Com isso, parte do volume dos oceanos é transferido para os continentes na forma de gelo.

O resultado é a retração do nível médio do mar.

A reconstrução do nível médio do mar também se estendeu ao período interglacial anterior ao período interglacial do presente. Informações obtidas a partir de depósitos sedimentares costeiros e corais tropicais indicam que o nível médio do mar era cerca de 4 a 5 metros acima do atual.

A hipóstes é que o nível médio do mar era mais alto por causa do derretimento de trechos da calota polar da Groenlândia e da Antártica.

Fonte e gráfico: IPCC AR4

Informações científicas e recursos audiovisuais sobre o aquecimento global, o efeito estufa e as mudanças climáticas
%d blogueiros gostam disto: