Press "Enter" to skip to content

Estudando eventos climáticos abruptos de períodos glaciais

Summary cartoon of the proposed mechanism in this study.

Durante a última glaciação, entre 100.000 e aproximadamente 10.000 anos atrás, o sistema climático apresentou grande variabilidade natural. Elas foram muito mais acentuadas do que a variabilidade observada para o presente período interglacial, que é reconhecido como um momento de relativa estabilidade climática.

Um dos episódios dessa variação climática das glaciações são os ‘eventos Dansgaard-Oeschger’, assim chamados em homenagem aos cientistas que os detectaram. Eles ocorreram repetidamente durante ao longo de toda a era do gelo. Caracterizam-se pelo abrupto aumento das temperaturas no hemisfério norte, subindo para condições interglaciais.

A causa dos eventos Dansgaard-Oeschger é motivo de debate. Uma das hipóteses está ligada ao ciclo de descargas de água doce no Atlântico Norte provenientes do derretimento das maciças geleiras da região. As descargas de água doce interfeririam nas correntes oceânicas e, consequentemente, no transporte de energia do equador em direção ao pólo norte.

Buscando esclarecer quais fatores poderiam alterar as correntes oceânicas do Atlântico de modo a gerar os eventos Dansgaard-Oeschger, um time de pesquisadores reproduziu em modelos climáticos o aumento gradual de gás carbônico na atmosfera durante o final do período glacial. Segundo o modelo, o aumento de CO2 influenciaria na quantidade de eventos do tipo El Nino no oceano pacífico, e com isso também a circulação atmosférica na América Central.

Essas mudanças, associadas às condições do oceano Atlântico no final do período glacial, traria maior evaporação no oeste do Atlântico. Isso tornaria as águas mais salinas e densas, contribuindo para um fortalecimento das correntes oceânicas (o fenômeno é ilustrado na imagem acima, retirada do estudo. Da esquerda para a direita, mostra as alterações causadas pelo aumento de CO2).

Fonte: Universidade de Cardiff, Reino Unido, e NOAA. O estudo pode ser acessado aqui.

 

Be First to Comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: