Press "Enter" to skip to content

Emissões atuais estão muito acima da meta climática

As emissões atuais de gases de efeito estufa estão muito acima do que é necessário para alcançar as metas do acordo climático de Paris. A constatação foi realizada em relatório do Programa para o Meio Ambiente das Nações Unidas.

O vídeo acima (em inglês) traz uma síntese das informações do relatório de 2018. Ele calculou a quantidade de emissões em diversos cenários futuros, desde a manutenção dos níveis presentes até o completo atendimento pelos países das Contribuições Nacionalmente Determinadas.

O acordo de Paris propôs limitar o aquecimento global a bem menos do que 2 graus Celsius acima dos níveis pré-industriais até 2100. Mas os países deveriam se esforçar para que o aumento da temperatura fosse de no máximo 1,5 graus Celsius.

O Relatório Anual das Lacunas de Emissões Ambientais da ONU apresenta uma avaliação dos atuais esforços nacionais de mitigação e as ambições que os países apresentaram em suas Contribuições Nacionalmente Determinadas, que formam a base do Acordo de Paris.

O problema é que, mesmo os compromissos assumidos nas Contribuições Nacionalmente Determinadas forem plenamente cumpridos, o corte nas emissões será significativamente insuficiente.

Nesse cenário, até 2100, as projeções do relatório apontam para um aquecimento de 3,2 C graus Celsius. Constitui um cenário no qual os impactos do aquecimento global serão bastante severos.

A fim de atingir a meta de 2°C, as emissões de gases de efeito estufa precisam atingir o pico em 2020 e diminuir rapidamente a partir de então.

Fonte: UNEP

%d blogueiros gostam disto: