Press "Enter" to skip to content

Declínio de aves e mamíferos por causa do aquecimento

A taxa de aquecimento global constitui um fator crítico para o declínio da população de aves e mamíferos ao redor do planeta, apontou estudo de pesquisadores do Reino Unido. Desde 1970, estima-se que a abundância global de animais caiu em 58%. 

Um dos principais fatores por trás dessa grande perda biológica consiste na acelerada conversão de habitats naturais pelas atividades humanas. Todavia, a resposta dos animais varia de acordo com a espécie. Uma pequena parte delas pode experimentar uma abundância crescente e um aumento na distribuição espacial.

Pesquisas anteriores identificaram que a flora e a fauna se adaptam ao aquecimento global por meio da migração e do avanço em eventos fenológicos – ligados ao seu ciclo de vida. Mas a contribuição do aquecimento para a tendência de queda de abundância animal havia sido pouco explorada.

O estudo avaliou se haveria uma interação entre a conversão de habitats e o aquecimento global, de tal forma que os maiores declínios populacionais seriam registrados em locais de rápidas taxas de conversão e de aquecimento.

Foram utilizadas informações sobre as alterações observadas na abundância de 987 populações de 481 espécies de aves e mamíferos, bem como sobre o aumento das temperaturas médias e a alteração no uso e ocupação do solo. Essas informações foram analisadas espacial e temporalmente, abrangendo o período entre 1950 e 2005. 

O estudo identificou uma forte associação entre o rápido aquecimento do clima e o declínio das populações de aves e mamíferos em todo o mundo. O declínio populacional foi maior em áreas que sofreram um aquecimento mais rápido.

A influência do aquecimento seria mais pronunciada para as populações de aves do que as de mamíferos. Por outro lado, os mamíferos provavelmente sofreram maiores declínios em áreas onde se deu uma combinação entre aquecimento e alteração do habitat.

Os pesquisadores ressaltaram que outras fatores adicionais, não avaliados pelo estudo, também podem levar ao declínio de populações. Entre eles, a exploração comercial de espécies, a poluição e as doenças.

Se a taxa de aquecimento acelerar, é provável que o declínio populacional de aves e mamíferos se torne ainda mais acentuado. O conhecimento da vulnerabilidade das espécies depende de pesquisas mais detalhadas a respeito dos processo e fatores relacionados ao declínio populacional.

Mais informações: Rapid warming is associated with population decline among terrestrial birds and mammals globally
Imagem: Flickr/ Mazinho

%d blogueiros gostam disto: