Press "Enter" to skip to content

As cidades com as maiores emissões per capita

Qual a cidade com as maiores emissões de gases de efeito estufa per capita no Brasil? Se você pensou em São Paulo, errou o alvo. Segundo estudo de um time internacional de pesquisadores, a maior emissora de gases de efeito estufa per capita do Brasil é a cidade de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte.

As cidades constituem locais onde se concentram a população, o uso de energia e a atividade econômica dos países. Representam vetores fundamentais para compreender a dinâmica de emissões humanas de gases de efeito estufa, particularmente do dióxido de carbono – CO2.

Segundo o estudo, há dois fatores associados à quantidade de emissões de cada cidade: a população e o Produto Interno Bruto – PIB – per capita.

Estima-se que, por meio da queima de combustíveis fósseis e pela produção de cimento, as cidades respondam pela emissão de 9,2 gigatoneladas de CO2. Outras atividades ligadas ao uso da infraestrutura urbana somariam mais 9,6 gigatoneladas de CO2.

Limitar o aquecimento global exigirá o fim das emissões. Implicará portanto na implementação de medidas de mitigação nas cidades, profundas e transformadoras.

A partir de diversos bancos de dados, o estudo produziu o levantamento das emissões de CO2 per capita para 343 cidades em todo o mundo. Para realizar o cálculo, foram consideradas as emissões ocorridas no território das cidades, incluindo da geração de energia, transportes, indústria e resíduos.

Gráfico de emissões per captia de cidades
As dez cidades com as maiores emissões de CO2 per capita de cada região do planeta. Fonte: figura 5 do estudo.

O cálculo deixou de fora as emissões de gases de efeito estufa localizadas fora dos limites das cidades, mas que tenham sido produzidas para atender à demanda dentro de seus territórios.

Quezon, a maior cidade das Filipinas, apresentou a taxa de emissão per capita mais alta entre todas as 343 localidades pesquisadas, com 243 toneladas de CO2 equivalente por pessoa. Em segundo lugar ficou Léon, cidade industrial do México, com 65,6 tCO2-eq/pessoa. Ocupando o terceiro lugar esteve a cidade holandesa de Rotterdam, com 65,6 tCO2-eq/pessoa.

Em toda a América Latina e o Caribe, Betim foi classificada como a quarta maior taxa de emissão per capita, respondendo por 4,20 tCO2-eq/pessoa. Outras cidades brasileiras avaliadas foram Brasília (12º lugar na região), Florianópolis (13º), Rio de Janeiro (15º), Palmas (16º), São Paulo (20º), Curitiba (22º), Sorocaba (23º), Belo Horizonte (27º), Salvador (28º) e Recife (29º).

Deve-se ressaltar que o indicador da taxa de emissão per capita contribui para a compreensão da intensidade de carbono de cada cidade. A quantidade total de emissões de gases de efeito estufa pode ser bastante diferente.

Mais informações: Nangini, Cathy, et al. “A global dataset of CO 2 emissions and ancillary data related to emissions for 343 cities.” Scientific Data 6 (2019): 180280.
Imagem: Oswalney Costa Galvão

Informações científicas e recursos audiovisuais sobre o aquecimento global, o efeito estufa e as mudanças climáticas
%d blogueiros gostam disto: