Press "Enter" to skip to content

Aquecimento pode extinguir anfíbios da Mata Atlântica

Reportagem da TV Unesp, da Universidade de São Paulo, aborda os resultados de uma pesquisa a respeito dos possíveis impactos do aquecimento global sobre as espécies de anfíbios.

Realizada por pesquisadores da Unesp de Bauru e da Universidade Estadual de Goiás, o estudo projetou que 10% das espécies de anfíbios da Mata Atlântica podem desaparecer nos próximos 50 anos.

Na reportagem, o professor Tiago Vasconcelos, da Unesp Bauru, que foi um dos autores do estudo, explicou que a investigação levantou os pontos de ocorrência no Cerrado e na Mata Atlântica de todas as espécies de anfíbios identificados na literatura científica, em museus e coleções.

Em seguida, utilizando modelos computacionais de nicho ecológico, os pesquisadores traçaram a distribuição geográfica das espécies e suas preferências climáticas. A partir daí, adotando cenários futuros de mudanças climáticas, foi estimado os efeitos sobre a distribuição das espécies.

O professor lembrou que os anfíbios cumprem funções ecológicas importantes. Por exemplo, eles são predadores de insetos transmissores de doenças ou que atacam as plantações. Uma diminuição ou perda de espécies favoreceria as populações desses insetos, com prejuízos para a saúde e a produção agrícola.

Fonte: TV Unesp

Informações científicas e recursos audiovisuais sobre o aquecimento global, o efeito estufa e as mudanças climáticas
%d blogueiros gostam disto: