Press "Enter" to skip to content

Chuvas mais variáveis com o aquecimento global

Não é somente sobre a intensidade e a frequência das chuvas extremas que o aquecimento global poderá exercer influência. Estudo de um time de cientistas dos Estados Unidos sugere que mudanças na variabilidade das chuvas também estão ocorrendo.

A variabilidade das chuvas representa a diferença entre a quantidade mínima e a quantidade máxima de precipitação que ocorre em determinada região ao longo de um dia, ao longo de uma estação ou mesmo ao longo de um ano inteiro. De acordo com o estudo, o potencial impacto do aquecimento global tem sido pouco estudado, em boa parte devido à dificuldade em detectar sua influência em meio à grande variabilidade natural.

Todavia, há duas décadas atrás, as primeiras projeções de modelos climáticos indicavam que, em um mundo com o dobro dos níveis pré-industriais de dióxido de carbono – CO2 – atmosférico, o aquecimento intensificaria a variabilidade diária e anual da precipitação. Os cientistas realizaram uma nova análise, utilizando conjuntos de simulações de três distintos modelos climáticos atuais.

As simulações abrangeram o período entre 1950 e 2100. Incluíram dados de precipitação e de concentrações de CO2 do período histórico – 1950 até o presente -, reproduzindo as condições observadas. Para as projeções até 2100, os modelos consideraram um cenário de altas emissões. A avaliar as projeções, os cientistas identificaram como os modelos simulavam a influência do aquecimento sobre a variabilidade das chuvas.

Mapa do padrão espacial de mudança na precipitação média, na variabilidade e na precipitação extrema, considerando as projeções para o período 2071-2100 em relação a 1976-2005. De cima para baixo: alteração da precipitação (a) média, (b) da variabilidade sazonal, (c) da variabilidade diária e (d) de eventos extremos. Fonte: figura 2 do estudo.

Os resultados mostraram que a variabilidade das chuvas aumentou significativamente nas diversas escalas de tempo – diária, mensal ou anual. No caso de escalas mais longas, como anuais, a variabilidade originada pelo aquecimento global foi minimizada ou amplificada pela variabilidade natural. A mudança na variação da chuva foi maior em magnitude do que a mudança na precipitação média e menor em magnitude do que a mudança em eventos de chuva extrema – considerado como o dia mais pesado de chuvas a cada ano.

O estudo sugere que a variação da precipitação é um aspecto do ciclo hidrológico que está mudando devido ao aquecimento global, mas tem recebido pouca atenção da comunidade científica. Alerta para a necessidade de mais pesquisas sobre as mudanças na média, na variabilidade e na precipitação extrema, a fim de melhor avaliar os riscos  para a sociedade.

Mais informações: Precipitation variability increases in a warmer climate
Imagem: Unsplash/ Craig Whitehead

Comments are closed.