Press "Enter" to skip to content

Adaptando o manejo florestal às mudanças climáticas: o exemplo dos suíços

O aquecimento global está fazendo com que as florestas suíças se tornem mais quentes e secas. Para continuarem a florescer no mesmo local, as árvores precisam se adaptar às rápidas mudanças em um curto período de tempo. Só que uma geração de árvores pode viver 100 anos ou mais, o que coloca em dúvida a capacidade delas de se adaptarem ao clima futuro. E isso impactaria o setor extrativista florestal da Suíça.

Para identificar as melhores estratégias de adaptação, o Instituto Federal de Florestas do país avaliou o risco imposto pelas mudanças climáticas às três principais espécies de árvore ligadas à indústria florestal. Os pesquisadores analisaram gerações de árvores a fim de identificar como elas haviam se adaptado ao clima local das regiões onde eram cultivadas ou cresciam.

Espécies ou populações que apresentaram uma pequena variação genética foram consideradas mais generalistas, capazes de realizar pequenos ajustes para se adaptar a diferentes condições climáticas. Por outro lado, espécies ou populações com grande variação genética seria um indicador de maior dependência a condições ambientais específicas.

Utilizando um modelo climático, os pesquisadores projetaram cenários futuros do clima no final deste século. Cruzando os resultados de cada um dos cenários com os dados levantados para cada uma das espécies, os pesquisadores estimaram o risco das populações de árvore não conseguirem se adaptar às futuras condições climáticas. Os resultados apontaram riscos variados de acordo com a espécie considerada, sendo alto, médio ou baixo. E o risco foi considerado alto justamente para a espécie mais relevante para o setor florestal suíço.

Nesse sentido, o estudo recomenda estratégias de adaptação para o manejo florestal das florestas na Suíça. Uma delas é substituir, quando do plantio de novas florestas, as espécies mais vulneráveis por aquela mais resistentes. Caso a opção seja a espécie mais vulnerável, o plantio precisaria ocorrer próxima a uma boa fonte de abastecimento de água. Além disso, o local deveria migrar para regiões que são atualmente mais frias, e a escolha das sementes considerar populações melhor adaptadas ao aquecimento.

Fonte: Swiss Federal Institute for Forest, Snow and Landscape Research – WSL
Imagem: Pixabay

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: