Press "Enter" to skip to content

Acelera, aquecimento global!

O planeta pode ter entrado em uma fase de acelerado aquecimento global devido ao rápido crescimento das concentrações de gases de efeito estufa das últimas décadas.

Com isso, as consequências e alterações causadas pelo aquecimento sobre fatores socioeconômicos, meteorológicos e biológicos também devem se acelerar.

Exemplos da aceleração das consequências do aquecimento global são o recuo das geleiras, o branqueamento dos corais ou a perda do gelo marinho do Ártico.

Estudo de um time internacional de cientistas identificou outro local onde a mudança acontece em ritmo intenso. Ecossistemas de montanha passam por profundas mudanças na biodiversidade de plantas.

Os cientistas analisaram 302 serras e cordilheiras de diferentes cadeias montanhosas da Europa, incluindo, entre outros, os Alpes, os Pirineus, e o Cárpatos. Em cada região, identificaram as espécies da flora registradas no presente, comparando com as comunidades observadas em meados do século passado.

Em 87% dos locais de estudo, o estudo encontrou alterações na biodiversidade da flora. Estimou-se que o número de espécies de plantas no topo das montanhas europeias entre 2007 e 2016 cresceu cerca de cinco vezes em relação ao período entre 1957 e 1966.

De acordo com os pesquisadores, fatores como a deposição atmosférica de nitrogênio ou a ação de seres humanos não explicam a colonização das novas espécies. A tendência acelerada de aumento da diversidade de espécies foi consistente com o aumento das temperaturas.

A tendência poderá levar a um desequilíbrio nos ecossistemas das montanhas, alertou ou estudo. Espécies adaptadas ao ambiente dos picos, casos não consigam migrar para regiões de maior altitude, ou competir com as plantas invasoras, correm o risco de desaparecer.

Fonte: CNRS
Imagem: Unsplash

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: