Press "Enter" to skip to content

5 razões para cuidar dos solos

Os solos são fundamentais para a vida das pessoas, mesmo que no dia a dia não se pense muito neles. O vídeo acima (em inglês) apresenta 5 razões pelas quais se deve cuidar dos solos.

Produzido pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura – FAO, na sigla em inglês, o vídeo chama a atenção para um recurso natural que, além de tão precioso, é considerado como não renovável.

Segundo a FAO, leva mais de 1.000 para se formar 1 centímetro de solo. Dessa forma, o mundo moderno depende de solos formados ao longos dos anos, e não há como os substituir.

A primeira razão para cuidar dos solos consiste no fato de que eles compõem a base para uma produção de alimentos saudáveis. Eles respondem por aproximadamente 95% dos alimentos produzidos em todo o mundo. E quanto melhor a sua qualidade, melhor serão os cultivos.

A segunda razão é que os solos abrigam um quarto de toda a biodiversidade do planeta. De acordo com a FAO, em nenhum outro lugar se verifica tamanha concentração de espécies no mesmo espaço. E a biodiversidade cumpre um papel fundamental para a saúde, a resiliência e a capacidade de adaptação dos ecossistemas naturais.

A terceira razão está ligada à contribuição dos solos no combate ao aquecimento global e na adaptação às mudanças climáticas. Por meio do manejo apropriado, os solos podem sequestrar e armazenar carbono.

Além disso, solos saudáveis e com alto teor de matéria orgânica armazenaria maiores quantidade de água. Representam dessa forma uma alternativa para os impactos de secas ou de precipitações extremas.

A quarta razão afirma que os solos são essenciais para a segurança alimentar. Sua degradação pode significar a perda de meios de subsistência ou de fontes alimentares.

Finalmente, a quinta e última razão diz respeito a como os solos filtram e armazenam a água. É através dos solos que a água disponível para uso humano é absorvida, filtrada e armazenada. E esse papel se realiza especialmente em conjunto com a vegetação.

Fonte: FAO

Informações científicas e recursos audiovisuais sobre o aquecimento global, o efeito estufa e as mudanças climáticas
%d blogueiros gostam disto: