Press "Enter" to skip to content

5 experimentos para aprender sobre o aquecimento global

A Agência Ambiental e de Mudanças Climáticas do Canadá realizou um conjunto de 5 vídeos com experimentos simples, que podem ser replicados em sala de aula ou em casa. Eles ajudam na compreensão dos processos físicos ligados aos aquecimento global, suas causas e consequências.

1. O efeito estufa

O efeito estufa é um fenômeno natural da atmosfera terrestre e diz respeito à forma como ela interage com energia e calor. No experimento proposto (vídeo no alto do post), dois termômetros são colocados debaixo de uma lâmpada comum. Um deles é coberto por um recipiente de vidro, e as temperaturas são medidas ao longo do tempo. Porque o ar dentro do recipiente absorve e retém uma quantidade maior de calor em função do efeito estufa, o termômetro irá acusar maior temperatura.

2. Albedo

O albedo é a fração ou a quantidade de luz solar refletida por uma superfície ou objeto. O albedo é muitas vezes expresso na forma de porcentagem e está relacionado com a cor de uma superfície ou objeto. Por exemplo, as superfícies cobertas de neve refletem uma grande fração da luz solar e portanto possuem um albedo alto. Por sua vez, superfícies cobertas de vegetação e os oceanos refletem uma pequena fração da luz solar e tem baixo albedo. No experimento, duas folhas de papel dobradas, uma de cor branca e a outra escura, são colocadas debaixo de uma lâmpada comum. Termômetros dentro da dobra das folhas medem a temperatura. Aquele dentre do papel escuro irá acusar maior temperatura, uma vez que o papel absorve mais luz da lâmpada – possui menor albedo do que o papel branco.

3. Densidade da água

Variações na densidade da água, causadas pela temperatura e pela salinidade, contribuem para a formação das correntes de circulação de água dos oceanos. Para ver a diferença de densidade da água, deve-se encher um grande recipiente de vidro com água fria. Em um recipiente menor, cheio de água quente, mistura-se um corante. Com um conta-gotas, coloca-se a água quente com corante no recipiente maior. Porque é menos densa em função da temperatura, ela deve permanecer na superfície. Em outro recipiente menor, cheio de água salgada em temperatura ambiente, também se adiciona um corante de outra cor. Com o conta-gotas, coloca-se a água salgada no recipiente maior. Porque ela é mais densa em função da salinidade, ela deve submergir para o fundo do recipiente. 

4 e 5. Aumento do nível do mar: derretimento do gelo e expansão térmica

Os dois últimos experimentos buscam explicar as causas do aumento do nível do mar. No primeiro experimento, o objetivo é entender porque apenas o derretimento do gelo localizado nos continentes, como em geleiras e calotas polares, contribui para o aumento do nível do mar. O gelo marinho, aquele que ocorre na superfície dos oceanos, como, por exemplo, no mar do Ártico ou ao redor do continente antárctico, não interfere no nível do mar. Em um primeiro recipiente de vidro, coloca-se um pedra de gelo e se enche de água até a marca de 200 ml. No segundo recipiente, enche-se de água até a marca de 200 ml. Sobre o recipiente, uma peneira ou coador é colocado, e dentro dele uma pedra de gelo. O primeiro recipiente representa o gelo marinho, enquanto que o segundo representa as calotas polares e geleiras continentais. Ao derreterem as pedras de gelo, somente o segundo recipiente irá apontar aumento no volume de água, ultrapassando a marca de 200 ml.

O segundo experimento explica a expansão térmica dos oceanos, outra causa do aumento do nível do mar. Uma das propriedades da água é sua capacidade de expandir ou de reduzir de volume em função da temperatura. Quanto maior a temperatura, maior o volume, e vice-versa. No experimento, coloca-se uma garrafa de plástico cheia de água da torneira no refrigerador ou congelador por 10 minutos. Em seguida, retira-se a garrafa de água, observando sua forma. Coloca-se a garrafa em um grande recipiente de vidro com água quente por outro dez minutos. Ao retirar a garrafa do recipiente, observa-se sua forma. Ela deve ter expandido por causa do calor.

Fonte: Environment and Climate Change Canada

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: