Press "Enter" to skip to content

Etanol como substituto de combustíveis fósseis

No programa Panorama de novembro de 2017, da TV Cultura, o coordenador do Programa USP Cidades Globais, Marcos Buckeridge, e diretor do Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol – CTBE, Gonçalo Amarante Pereira, abordam o uso do etanol como substituto de combustíveis fósseis.

Estudo que contou com a participação de cientistas brasileiros indica que o etanol pode responder por 13,7% da energia gerada atualmente a partir do petróleo. Com isso, contribuiria para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 5,6% até 2045.

O cultivo da cana-de-açúcar no Brasil precisaria passar de cerca de 37 milhões para 116 milhões de hectares. Esse crescimento seria compatível com a manutenção das áreas de conservação ambiental. Tampouco prejudicaria a produção de alimentos.

O potencial de produção do etanol corresponderia ao equivalente a 43 milhões de barris de petróleo bruto por dia.

Fonte: TV Cultura

Comments are closed.