Press "Enter" to skip to content

A vegetação e o futuro da água

A vegetação é fundamental para o ciclo hidrológico terrestre e terá um papel fundamental na regulação dos impactos futuros do aquecimento global sobre a água, sugere estudo de pesquisadores dos Estados Unidos. Secas, a disponibilidade de água ou o estresse hídrico estarão intimamente ligados à cobertura vegetal.

O foco da ciência do clima se concentrava sobre como mudanças na precipitação e na temperatura interfeririam no ciclo hidrológico. O estudo adotou uma abordagem mais holística, integrando as interações entre os ecossistemas terrestres e a atmosfera. 

A equipe de pesquisadores buscou quantificar a influência da vegetação sobre o ciclo hidrológico, e sua resposta ao aquecimento global. Utilizaram modelos do sistema climático e métodos estatístico para dissociar a fisiologia da vegetação de outros processos atmosféricos.

Foram comparados três conjuntos de simulações. No primeiro, analisaram os efeitos do aumento das concentrações atmosféricas de dióxido de carbono – CO2 – sobre a vegetação e a atmosfera. Nos demais, os efeitos foram isolados para cada um dos elementos, ora somente a vegetação, ora somente a atmosfera.

Segundo o estudo, o modo como a vegetação se adapta ao crescimento do CO2 influenciaria significativamente a ocorrência de situações futuras de estresse hídrico. A resposta fisiológica das plantas ao CO2 condicionou as taxas de evapotranspiração, com importante desdobramentos sobre o escoamento superficial e a umidade do solo em longo prazo.

A vegetação constitui o termostato do mundo, afirmaram os pesquisadores. Elas ocupam uma posição central nos ciclos de água, energia e carbono. As plantas sequestram carbono da atmosfera através da fotossíntese. Elas absorvem a água dos solos, liberando-a por meio da evapotranspiração. Com isso, resfriam a superfície do planeta.

O estudo enfatizou a necessidade de pesquisar a interligação entre a biosfera e a atmosfera. O destino dos recursos hídricos estará vinculado à vegetação. E a quantidade de aquecimento global também.

Fonte: Universidade de Columbia
Mais informações: Critical impact of vegetation physiology on the continental hydrologic cycle in response to increasing CO2
Imagem: Freeimages

Comments are closed.